INVOLUNTARIAMENTE

2007 | Involuntarily

"isto é o começo. o começo. o começo.
um rito de morte e nascimento, como todos os outros.
um rito de passagem, como todos os outros.
 

sim, não, talvez. esta história acontece. na sua própria medida. esta história se escreve. assim, sem força. vai se deixando. acontece diante dos nossos olhos. abertos ou fechados. esta história a nada resiste. sua linguagem é secreta, não podia ser mais primitiva. acidentalmente atravessada por uma liberdade íntima, ultrapassa cada palavra e segue de mãos dadas ao encanto, contemplando a continuidade daquilo que não se sabe. delírios, sempre. 

 

uma cerimónia do sim.
uma forma de vida, desnuda, verdadeiramente possível, inspirada por alegrias e memórias de um ilustre devir.
até que venha a próxima chuva de meteoros."

João Lima, para Involuntariamente 2007

 

Involuntariamente decorre do aprofundamento de algumas direcções artísticas encontradas em Sand Castle, um espectáculo que estreámos em Junho de 2007 no Espaço do Tempo, no âmbito do projecto Transfer. De Sand Castle recuperámos os materiais, os símbolos e reforçámos o estado: a cumplicidade secreta entre os três intérpretes e o comprometimento físico e emocional com a linguagem encontrada.

 

Construir e deixar rasto, mesmo que involuntariamente.

 

"this is the beginning. the beginning. the beginning.
a rite of death and birth, like all the others.
a rite of passage, like all the others.

yes, no, perhaps. this story happens. in it's own mesure. this story writes itself. like this with no vigor. just letting itself happen before our eyes. opened or closed. this story to nothing resists. its language is secret, couldn't be more primitive. accidentally trespassed by an intimate freedom, it overpasses each word and follows hand in hand to astonishment, contemplating the continuity of what it doesn't know. delirium always.

a cerimony of the yes.
a form of life, naked, truly possible, inpired by joys and memories of a glorious becoming.
until the next metheor shower."

João Lima for Involuntariamente, 2007

(translated from Portuguese)

 

Involuntariamente (Involuntarily) follows the deepening of some directions found in Sand Castle, a performance presented in June 2007 at O Espaço do Tempo, in the context of Transfer Project. From Sand Castle we have recovered the simbols and reinforced the state: the secret cumplicity between the three performers and the physical and emotional compromise with the language found.

 

To build and let traces, even if involuntarily.

 

Duração / Length 50'
 

Conceito e interpretação / Concept and performance_Sofia Dias, Vítor Roriz, João Lima
Montagem de som / Sound mix_Sofia Dias
Co-produção / Co-production_ O Espaço do Tempo
Residência / Residence_Summer Studios (Brussels)


Estreia / Premiere_Black Box, O Espaço do Tempo 2007

©s&v built with wix